segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

7:15 da manhã


Hoje pela manhã me bateu um sentimento de melancolia tão estranho, acordei como se eu tivesse que ir para a minha antiga escola, logo me lembrei de tempos felizes (seriam felizes mesmo?), momentos que tive com pessoas se diziam estar e permanecer a meu lado para todo o sempre, logo quando dei por mim já estava na minha escola atual (Miguel Couto Méier).

E agora pela noite parei pra pensar, eu devo muito a poucos. E só nesse ano que eu fui realmente ver quem é amigo para todas as horas, quem reza por mim à noite, quem se dedica a mim, e a quem eu devo me dedicar, é Muito difícil por "nomes em bois".

Mas tratando-se de coisas que eu devo crer ou não é difícil se "declarar"

-

Hoje eu parei pra ver os comentários da ultima postagem e um deles dizia que é necessário saber escolher os riscos, pois bem, sim é óbvia que devemos escolher nossos riscos, mas veja só como seria sem graça, se fosse tão fácil escolher os riscos escolheríamos sempre os mais fáceis de resolver em 1° lugar, como o que vestir, ou o que falar, uma pessoa me disse que não acredita em livre arbítrio, e agora posso dizer que concordo com ela, diga-me você que esta lendo... Você escolhe quem ama? Você escolhe seus pais? Ou escolhe onde vai passar momentos felizes? Ou até mesmo em quem você pode confiar?

Isso é algo muito relevante, se soubéssemos escolher nossos "riscos" a serem corridos, seriamos muito "Robôs", seria como tivessem nos criado somente para viver uma vidinha banal, pequenos seres vivos (ou não), sendo controlados por criaturas inumanas, é, pois controlara a vida de uma pessoa para mim é um ato inumano, insensato.

E eu? Eu to sim escolhendo o meu risco... É depois disso tudo q eu acabei de dizer eu digo que sim eu estou aqui para escolher meu risco, sem pensar nas próximas e talvez fatais Conseqüências, acho eu q apenas um risco eu tenho a escolher, o arrependimento, pois ultimamente tenho visto pessoas se arrependendo muito fácil, acho que arrependimento virou um pequeno guardanapo, vc utiliza se quiser, e é somente para agradar as pessoas ao seu redor.

-

Voltando ao momento de Melancolia q tive hoje pela manhã...

Você ja teve aqueles momentos de olhar para o nada e ficar pensando: “Como seria bom se eu tivesse de novo Cinco ou Seis anos? Sem preocupações sem nada pra fazer de tão serio ", é pois foi exatamente assim q me senti hoje, foi algo estranho; Acordei e estava nublado ainda, chovia de leve ventava um pouco e enquanto me despia para entrar no banho, fiquei olhando para a janela e comecei a pensar isso q eu disse...

Ao terminar do banho eu também continuei a pensar a mesma coisa, achei muito estranho e fui embora de casa ainda pensando nisso.

Se alguém conhece um remédio que possa curar melancolia, me diz, por favor, pois daqui a pouco vai se fazer 24 Horas que eu ainda estou sentindo essa melancolia.

2 comentários:

Barbara disse...

Nao existe remedio pra melancolia
vc pode encara isso tb
mas se quiser eu te ajudo a ficar mais felizinho.....
Meu amigo filosofo rsrs

Ana disse...

descordo sobreo negócio do livre-arbítrio. pois ele de fato existe, até certo ponto.

de um modo ou de outro, enfim, adorei o post *-* como sempre, vale à pena dizer.
e aprecie a melancolia, amor.
é um dos melhores sentimentos.
(L)